sábado, 8 de abril de 2017

A Quinta dos Animais (Animal Farm) - Opinião/Book Review


If you can't read this in english, please click on the title of the post and try again

 Ler em Português      Read in English

A Quinta dos Animais

Nome do livro: A Quinta dos Animais
Nome original do livro: Animal Farm
Nome do livro no Brasil: A Revolução dos Bichos
Nome da Autora: George Orwell
Editora: Revista Visão
Número de páginas: 134 páginas
Sinopse: «Esta nova tradução de Animal Farm recupera o título original, contrariamente às edições anteriores, que adoptaram os títulos panfletários O Porco Triunfante e - o mais conhecido - O Triunfo dos Porcos.
À primeira vista, este livro situa-se na linhagem dos contos de Esopo, de La Fontaine e de outros que nos encantaram a infância. Tal como os seus predecessores, Orwell escreveu uma fábula, uma história personificada por animais. Mas há nesta fábula algo de inquietante. Classicamente, atribuir aos animais os defeitos e os ridículos dos humanos, se servia para censurar a sociedade, servia igualmente para nos tranquilizar, pois ficavam colocados à distância, "no tempo em que os animais falavam", os vícios de todos nós e as sua funestas consequências. Em A Quinta dos Animais o enredo inverte-se. É a fábula merecida por uma época - a nossa época - em que são os homens e as mulheres a comportar-se como animais.»


Opinião: A Quinta dos Animais começa, devido às personagens e ao mundo em que se passa, por gerar estranheza ao leitor. No entanto, devido a estes mesmos fatores, acaba também por tornar a ação bastante interessante, especialmente quando se repara em toda a simbologia que rodeia o mundo, as personagens e as suas ações.
Ao seguir a revolta dos animais que os leva a ficar com a quinta antes liderada por um humano e a conquista desses animais de uma vida utópica, é bastante interessante a forma subtil, mas rápida, com que a manipulação vai sendo feita.
O livro mostra-nos como as pessoas são capazes de manipular as pessoas à sua volta e que, se as pessoas não forem cuidadosas e atentas podem ser facilmente manipuladas. Ao mesmo tempo, mostra ao leitor a necessidade de realmente acreditarmos em algo e não naquilo que as pessoas à nossa volta nos dizem ser a verdade.
George Orwell foi capaz de criar uma critica política forte quando pouca gente tinha coragem de o fazer, fazendo de A Quinta dos Animais um livro ainda mais fantástico, sendo um daqueles livros que toda a gente deveria ler pelo menos uma vez na vida. Só não se esqueça que "Todos os animais são iguais, mas alguns são mais iguais que os outros".
Boas leituras. 

Esta edição do livro faz parte do projeto Ler Faz Bem e a revista Visão, fundadora deste projeto, pediu aos leitores para enviar opiniões por escrito ou em vídeo, tendo posteriormente publicado essas mesmas opiniões onde também consta a minha, que agora, para não fugir à regra, publico no meu blog. 

(5 em 5 estrelas)

Quotes/Melhores Momentos:
  • «Todos os animais são iguais, mas alguns são mais iguais do que outros.» - Página 128

Trailer da adaptação do livro para o cinema (1954): 

Sem comentários:

Enviar um comentário