domingo, 20 de agosto de 2017

As Cinquenta Sombras Mais Negras/Fifty Shades Darker - Opinião (Book Review)


If you can't read this in english, please click on the title of the post and try again

 Ler em Português      Read in English

As Cinquenta Sombras Mais Negras

Nome do livro: As Cinquenta Sombras Mais Negras
Nome original do livro: Fifty Shades Darker
Nome da Autora: E. L. James
Coleção: Cinquenta Sombras de Grey
Editora: Lua de Papel
Número de páginas: 572 páginas
Sinopse: «Perseguida pelos negros segredos que atormentam Christian Grey, Anastasia Steele separa-se dele, e começa uma carreira numa prestigiada editora de Seattle. Mas por mais que tente, Anastasia não o consegue esquecer - ele continua a dominar-lhe todos os pensamentos. E quando Christian lhe propõe reatarem a relação com um novo e diferente acordo, ela não consegue resistir. Aos poucos, uma a uma, começam a revelar-se as Cinquenta Sombras que torturam o seu autoritário e dominador amante.
Enquanto Grey se debate com os seus demónios, e revela a Anastasia um lado inesperadamente romântico, ela vê-se obrigada a tomar a mais importante decisão da sua vida.
Uma escolha que só ela pode fazer…»


Depois do final do primeiro livro desta série, estava curiosa para ver como corria o reencontro das personagens principais.
As Cinquenta Sombras Mais Negras dão-se após os acontecimentos do último livro que levaram à separação do Christian e da Anastasia, em que ele tenta reconquistar a Ana, que se encontra agora a trabalhar numa editora de livros.
Começamos o livro com uma Anastasia que, pareceu-me, bem menos irritante que aquela com que nos deparámos no livro anterior.
Além disto, temos melhorias notáveis na personalidade do Christian e temos ainda o facto de que este livro é bem mais engraçado do que o anterior.
Com o desenvolvimento da história, eu acabei por me apaixonar pela relação deles aqui que é muito boa, sendo que a autora procura explorar não só o lado romântico das personagens, mas também o passado do Christian de modo a que fiquemos a percebê-lo melhor, a maneira como pensa e as suas ações.
Quando eu achava que este livro estava seriamente a ser muito bom, ao fim de 400 páginas, a Anastasia fica muito irritante quando, tal como no primeiro livro, optar por não ouvi os outros, mesmo quando se trata de questões da própria segurança.
Então sim, mais uma vez quem mais me irritou foi a Anastasia e não o Christian, exatamente o oposto do que acontece com a maioria dos leitores desta série.
Apesar disso, gostei mais deste livro do que do primeiro, não só porque a Anastasia melhora a sua forma de ser, apesar de continuar a ter ações irritantes, mas também porque temos a representação de uma relação mais saudável, além de uma maior exploração por parte da autora do passado por detrás da personalidade complicada do Christian.
Assim sendo, recomendo este livro.
Boas leituras.
(4 em 5 estrelas)


 

quarta-feira, 26 de julho de 2017

2ª Maratona 12h + 12h (Em conjunto com o blog Mermaid Reader)



Uma vez que da última vez que eu e a Mermaid Reader fizemos esta pequena maratona juntas, as nossas leituras andaram, decidimos fazer uma segunda versão desta. Tal como da última vez, durante dois dias vamos fazer 12 horas seguidas em que vamos ler e comentar uma com a outra que tal está a correr. Optamos pelos dias 26/07/2017 e 27/07/2017 das 10h até às 22h. 
Assim sendo, os livros que tenho em mente para esta maratona são:
  • Confissões: Os Crimes dos Colégios Privados do James Patterson
  • Raptada Na Noite da Patricia MacDonald 
  • (se der tempo) Herdeiros do Ódio da V. C. Andrews
Definida a minha TBR, vamos a isso.


No dia 26/07/2017, por volta das 10h, iniciei a maratona com o livro Confissões: Os Crimes dos Colégios privados que já estava na página 18. 

Livro 1 - Confissões: Os Crimes dos Colégios Privados
10:00h - 12:00h → Cheguei à página 68 (50 páginas lidas)
Páginas lidas até ao momento: 50
Livros terminados: 0
12:00h - 14:00h → Cheguei à página 141 (73 páginas lidas)
Páginas lidas até ao momento: 123
Livros terminados: 0
14:00h - 16:00h → Cheguei à página 210 (69 páginas lidas)
Páginas lidas até ao momento: 192
Livros terminados: 0
16:00h - 18:00h → Cheguei à página 291 (81 páginas lidas)
Páginas lidas até ao momento: 273
Livros terminados: 0
18:00h - 20:00h → Cheguei à página 318 do livro e terminei de o ler (27 páginas lidas) e continuei o Raptada na Noite da Patricia MacDonald a partir da página 62, sendo que cheguei à página 76 (mais 14 páginas lidas). 
Páginas lidas até ao momento: 314
Livros terminados: 1

Livro 2 - Raptada na Noite da Patricia MacDonald
20:00h - 22:00h → Cheguei à página 96 do livro (20 páginas lidas)
Páginas lidas até ao momento: 334
Livros terminados: 1

Terminei o primeiro dia da maratona com quase 350 páginas lidas, o que me deixa muito feliz, amanhã eu e a Mermaid Reader continuamos, e espero que corra tão bem como hoje! Entretanto, não se esqueçam de ir ao link que está acima da imagem e ver como lhe correu a ela. 


No dia 27/07/2017, iniciei o segundo dia da maratona, continuando o livro Raptada Na Noite, que tinha sido deixada no dia anterior na página 96

10:00h - 12:00h → Cheguei à página 140 (50 páginas lidas)
Páginas lidas no 2º dia: 44
Páginas lidas até ao momento: 378
Livros terminados: 1
12:00h - 14:00h → Cheguei à página 168 (28 páginas lidas)
Páginas lidas no 2º dia: 72
Páginas lidas até ao momento: 406
Livros terminados: 1
14:00h - 16:00h → Cheguei à página 196 (28 páginas lidas)
Páginas lidas no 2º dia: 100
Páginas lidas até ao momento: 434
Livros terminados: 1
16:00h - 18:00h → Cheguei à página 232 (36 páginas lidas)
Páginas lidas no 2º dia: 136
Páginas lidas até ao momento: 470
Livros terminados: 1
18:00h - 20:00h → Cheguei à página 252 (20 páginas lidas)
Páginas lidas no 2º dia: 156
Páginas lidas até ao momento: 490
Livros terminados: 1
20:00h - 22:00h → Cheguei à página 304 (52 páginas lidas)
Páginas lidas no 2º dia: 208
Páginas lidas até ao momento: 542
Livros terminados: 1

E assim terminou mais uma Maratona 12h + 12h, sendo que eu estou ainda mais contente com o resultado desta do que com o da anterior. Como referido anteriormente, não se esqueçam de clicar no link que vos leva ao post da Mermais Reader e espero, num futuro próximo, voltar a realizar esta maratona junto com ela de modo a avançarmos um bocadito as nossas leituras. 

sexta-feira, 21 de julho de 2017

A Máquina do Tempo/The Time Machine - Opinião (Book Review)


If you can't read this in english, please click on the title of the post and try again

 Ler em Português      Read in English

A Máquina do Tempo

Nome do livro: A Máquina do Tempo
Nome original do livro: The Time Machine
Nome da Autora: H. G. Wells
Editora: Europa-América
Número de páginas: 105 páginas
Sinopse: «No final da época vitoriana, um cientista inventa a Máquina do Tempo e viaja até ao ano 802, 700, onde encontra tudo mudado. Nesta época, muito mais utópica, as criaturas que encontra pareciam viver em perfeita harmonia. O Viajante do Tempo pensa poder estudar estes magníficos seres humanos, desvendar-lhes os segredos e regressar ao seu tempo. Até que descobriu que a sua invenção, o seu passaporte para a fuga, tinha sido roubada...»


A minha principal curiosidade quanto a este livro deve-se à fama que ele tem no género da ficção científica.
No entanto, o livro não tem nada a ver com o que eu esperava. De uma forma geral, o livro acompanha a descrição da viagem do tempo de um cientista que viaja milhares de anos para o futuro e que o encontra completamente diferente, sendo o planeta Terra habitado por criaturas estranhas que o cientista vai procurar estudar. A sua curiosidade acaba por o levar a ter de enfrentar o problema de recuperar a sua máquina do tempo roubada por essas mesmas criaturas.
O livro não me convenceu logo no início, em parte devido ao excesso de explicações científicas que, durante várias páginas, acabaram por arrastar a leitura. 
Entretanto, quando eu estava à espera de se iniciar uma viagem no tempo, começa uma descrição extremamente longa e chata da viagem ocorrida já no passado.
Só no final de cerca de 70 páginas, é que o livro acabou por se tornar mais interessante quando a própria viagem se torna mais curiosa, no entanto, ter de esperar tantas páginas para um livro tão pequeno melhorar não é um bom sinal. 
O livro foi, para mim, extremamente aborrecido e arrastado, em parte pela descrição da ação, e em parte pela ação em si. No entanto, mais para o final, o livro apresentou uma melhoria e, o final, acabou mesmo por ser feito de uma forma interessante e inesperada que lhe valeu um aumento do número de estrelas que recebeu.
Apesar de não ter sido tão bom como eu esperava, é um clássico do género da ficção científica e, apesar de arrastar um bocado a ação, é rápido de ler, além do final ser realmente muito bom. Por estes motivos, é um livro que recomendo.
Boas leituras. 
(3 em 5 estrelas)

  • «A Natureza nunca apela à inteligência senão quando o hábito e o instinto se tornam irrelevantes. Não existe inteligência onde não existir mudança nem necessidade de mudança.» - Página 90


The Time Machine (1960)

terça-feira, 18 de julho de 2017

As Cinquenta Sombras de Grey/Fifty Shades of Grey - Opinião (Book Review)


If you can't read this in english, please click on the title of the post and try again

 Ler em Português      Read in English

As Cinquenta Sombras de Grey


Nome do livro: As Cinquenta Sombras de Grey
Nome original do livro: Fifty Shades of Grey
Nome da Autora: E. L. James
Coleção: Cinquenta Sombras de Grey
Editora: Lua de Papel
Número de páginas: 547 páginas
Sinopse: «Anastasia Steele é uma estudante de literatura jovem e inexperiente. Christian Grey é o temido e carismático presidente de uma poderosa corporação internacional. O destino levará Anastasia a entrevistá-lo. No ambiente sofisticado e luxuoso de um arranha-céus, ela descobre-se estranhamente atraída por aquele homem enigmático, cuja beleza corta a respiração. Voltarão a encontrar-se dias mais tarde, por acaso ou talvez não. O implacável homem de negócios revela-se incapaz de resistir ao discreto charme da estudante. Ele quer desesperadamente possuí-la. Mas apenas se ela aceitar os bizarros termos que ele propõe... Anastasia hesita. Todo aquele poder a assusta - os aviões privados, os carros topo de gama, os guarda-costas... Mas teme ainda mais as peculiares inclinações de Grey, as suas exigências, a obsessão pelo controlo… E uma voracidade sexual que parece não conhecer quaisquer limites. Dividida entre os negros segredos que ele esconde e o seu próprio e irreprimível desejo, Anastasia vacila. Estará pronta para ceder? Para entrar finalmente no Quarto Vermelho da Dor? »

Opinião: Quem é que nunca ouviu falar do Fifty Shades of Grey? Em geral, todas as pessoas já ouviram falar desta série e muitos odeiam sem sequer conhecer. E acho que, em geral, a série não é tão má como dizem.
Como devem saber, o livro acompanha a inocente e inexperiente estudante de literatura Anastasia Steele que um dia é levada a entrevistar o rico e dominador Christian Grey, começando ai uma espécie de jogo de atração entre os dois.
Antes de mais deixem-me dizer que tentei ver este livro como a fanfic que é, uma vez que, tendo em atenção a forma como foi inicialmente escrita, é normal ter a ação construída de uma forma mais peculiar.
No entanto, comecei o livro a pensar como é que é possível alguém se envergonhar tanto com coisas que outra pessoa diz porque tudo o que a Anastasia dizia me fazia sentir vergonha alheia, além de achar que ela é uma personagem um bocado dramática.
Surpreendentemente, gostei do Grey. Acho que é uma personagem construída com um sentido de humor espetacular e é, apesar de certos gostos peculiares, extremamente cativante.
Um momento que se pudesse eliminar do livro, o fazia, foi o famoso contrato que a Anastasia tem de assinar e de que todas as pessoas que conhecem o livro falam. O contrato é importante para a história, mas as constantes repetições deste são muito irritantes de se ler.
Ao mesmo tempo, não compreendo realmente a Anastasia e a sua "deusa interior" que, em mais do que um momento, me irritou.
No entanto, terminada a leitura, e apesar de ter encontrado vários problemas ao longo deste (principalmente na personagem principal feminina), o livro é estranhamente viciante e, como já tinha dito, devem tentar ver como uma fanfic pois vão apreciá-lo muito mais.
(3.5 em 5 estrelas)

Trailer da adaptação do livro para o cinema:

sexta-feira, 30 de junho de 2017

How To Find Love in a Book Shop - Opinião (Book Review)


If you can't read this in english, please click on the title of the post and try again

 Ler em Português      Read in English

How To Find Love in a Book Shop

Nome do livro: How To Find Love in a Book Shop
Nome da Autora: Veronica Henry
Editora: Orion Books
Número de páginas: 322 páginas

Sinopse: «Nightingale Books, nestled on the main street in an idyllic little village, is a dream come true for book lovers--a cozy haven and welcoming getaway for the literary-minded locals. But owner Emilia Nightingale is struggling to keep the shop open after her beloved father's death, and the temptation to sell is getting stronger. The property developers are circling, yet Emilia's loyal customers have become like family, and she can't imagine breaking the promise she made to her father to keep the store alive. There's Sarah, owner of the stately Peasebrook Manor, who has used the book shop as an escape in the past few years, but it now seems there's a very specific reason for all those frequent visits. Next is roguish Jackson, who, after making a complete mess of his marriage, now looks to Emilia for advice on books for the son he misses so much. And the forever shy Thomasina, who runs a pop-up restaurant for two in her tiny cottage--she has a crush on a man she met in the cookbook section, but can hardly dream of working up the courage to admit her true feelings. Enter the world of Nightingale Books for a serving of romance, long-held secrets, and unexpected hopes for the future--and not just within the pages on the shelves. How to Find Love in a Book shop is the delightful story of Emilia, the unforgettable cast of customers whose lives she has touched, and the books they all cherish.»

Opinião: Como amante da leitura, fiquei desde logo apaixonada pelo título, pela premissa e pela capa deste livro. Assim sendo, decidi comprá-lo e lê-lo em inglês.
O livro How To Find Love in a Book shop, acompanha a Emily, uma rapariga criada na pequena cidade de Peasebrook onde o pai, amante de livros, tem uma livraria com uma grande importância na cidade, a Nightingale Books, mas que, após a morte do pai, se encontra à beira da ruina e que cabe a ela salvar, sendo que pelo caminho ela percebe o quanto a livraria e o seu pai eram importantes para a comunidade de Peasebrook.
A história inicia-se com a morte do pai da Emily e o seu regresso à cidade para tomar conta da livraria. E eu realmente gostei do início, especialmente pela forma como as personagens lidam com a dor, além de que foi bastante interessante ver como uma só pessoa pode interferir com tantas vidas.
No entanto, os meus problemas com o livro começaram ao fim de umas 20 páginas, quando a ação foi levada para muitos anos antes quando o pai da Emily conheceu a sua mãe. Eu gostei muito do pai da Emily mas não da mãe, ela pareceu-me ser uma personagem muito irreal que arrastava o pai ela para tudo e achei que esta descrição do passado durante demasiado tempo. Entretanto, voltamos a saltar para o presente e o meu amor pelo livro recomeçou... até ao capítulo seguinte em que a autora voltou a mudar o foco da história para outra personagem, o que, constantemente, torna-se irritante e aborrecido. Esta mudança constante de personagem trouxe algo positivo: focou no Dillan, uma personagem secundária por quem eu estava realmente a torcer.
No entanto, por volta da página 120, o livro realmente recomeçou a compensar e a história melhorou e muito.
Mas o que realmente me fez dar uma cotação tão alta que o livro foi o facto de que a autora conseguiu representar, de uma forma realista, a forma como uma pessoa consegue interferir na vida dos outros.
No entanto, no final, achei que a autora resolveu todos os problemas de uma vez, e teria preferido que ela os tivesse resolvido ao longo do livro.
Quando ao inglês, o livro corre bem e não há grandes dificuldades de vocabulário.
Em geral, foi um livro que gostei muito e recomendo, apesar de ter encontrado falhas.

(4 em 5 estrelas)

Quotes/Melhores Momentos (traduzido do original):
  • «Uma cidade sem uma livraria era uma cidade sem um coração.» - Página 4 
  • «Todos os diamantes do mundo não são nada em comparação. Os livros são mais preciosos do que jóias. (...) O que é que um diamante te traz? Um momento de clarão esplendoroso; um livro brilhará para sempre.» - Página 10 
  • «O pior tinha acontecido, a pior coisa possível, mas parecia que o mundo continuava a girar.» - Página 14 
  • «E se não conseguias manter o teu próprio segredo, como raio é que conseguias confiá-lo em alguém?» - Página 75 
  • «Há um livro para todos, mesmo que achem que não há. Um livro que te alcança e te agarra a alma.» - Página 118 
  • «No que lhe dizia respeito, a natureza seguia o seu curso, o Homem interferia de tempo a tempo e o que acontecia, acontecia. Nenhuma força maior tinha qualquer influência..» - Página 139 
  • «E era por isso que as pessoas liam, porque os livros explicam coisas: como pensas e como te comportas e fazem-te perceber que não estás sozinho no que estavas a fazer ou no que estavas a sentir. » - Página 259

Favoritos do Mês (Monthly Favorites) #1 - Janeiro/2017


If you can't read this in english, please click on the title of the post and try again

 Ler em Português      Read in English



Que melhor forma de começar o post de favoritos do mês do que com aquele que considero ser um dos melhores bookstagram existentes no mundo? Esta página maravilhosa encontra-se no instagram sobre o nome de @paperfury e é, sem dúvida, onde encontramos fotos lindas, sendo que as da imagem são apenas uma pequena amostra das que podem encontrar ao visitar a página.

Em Janeiro decidi dar a oportunidade a um livro do qual já tinha ouvido falar no mundo do booktube americano. Sendo que, entre os cinco livros lidos no decorrer deste mês, não só se destacou como o melhor de todos, como ainda se destacou como o melhor Young Adult que li até ao momento, O Pacto.


Resultado de imagem para castle on the hill ed sheeran
Este mês tivemos o incrível regresso do Ed Sheeran com as músicas Castle on The Hill e Shape Of You e, apesar de eu gostar desta segunda, apaixonei-me automaticamente por Castle on The Hill, e ouvi-a vezes e vezes seguidas, assim sendo, obviamente que tinha de ser a música do mês.



♫ And I miss the way you make me feel, and it's real. 
We watched the sunset over the castle on the hill ♫


Resultado de imagem para exploring with joshPor norma num mês o youtuber que mais vejo está relacionado com livros, mas desde que conheci o canal Exploring With Josh que estou completamente viciada nos vídeos dele a explorar lugares abandonados por todo o globo. Algo que eu realmente gosto nos vídeos dele é que ele não cria situações dramáticas para ganhar visualizações, como muitos fazem que sempre que vão visitar um sítio abandonado. Eu realmente aprecio os vídeos dele e estou completamente viciada nos lugares incríveis que ele visita e as coisas fantásticas que ele nos mostra. 
O seu vídeo mais recente é nos subterrâneos de Paris e está incrível, recomendo mesmo que vejam só para terem uma pequena noção do que ele faz.


Resultado de imagem para blue bloods
No mês de Janeiro dediquei o tempo que tinha a ver aquela que considero ser uma das minhas séries preferidas, Blue Bloods, que acompanha o dia-a-dia de uma família de polícias. Um dos motivos porque mais gosto desta série é exatamente o facto de que, como acompanha várias pessoas, com várias parentes dentro da polícia de Nova Iorque (e ainda uma advogada), não temos aqueles casos extremamente complicados e irreais que eles conseguem resolver sempre num instante, a série parece, na minha opinião, mais realista.








Resultado de imagem para the martian poster
Este mês sinto que não vi filmes muito bons (apesar de não ter havido nenhum terrível, também não houve nenhum que tenha amado). Mas, dos filmes que vi, o The Martian foi sem dúvida o melhor. O Matt Damon fez realmente um papel espetacular e o filme é muito interessante. Para quem não sabe, o filme acompanha um homem que se perde em Marte enquanto os seus companheiros de missão acham que ele morreu. Assim, ele tenta sobreviver o máximo de tempo possível até à próxima missão espacial em Marte. Este filme é o resultado da adaptação de um livro que eu já li e podem ler a opinião aqui.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Book Haul #10 - Janeiro/2017

#10 - Janeiro/2017

Resultado de imagem para how to find love in a bookshop
How To Find Love in a Bookshop
da Veronica Henry

«Emilia has just returned to her idyllic Cotswold hometown to rescue the family business. Nightingale Books is a dream come true for book-lovers, but the best stories aren't just within the pages of the books she sells - Emilia's customers have their own tales to tell. There's the lady of the manor who is hiding a secret close to her heart; the single dad looking for books to share with his son but who isn't quite what he seems; and the desperately shy chef trying to find the courage to talk to her crush ...And as for Emilia's story, can she keep the promise she made to her father and save Nightingale Books?»

P.V.P. = 16.49€ || Pago = 7.76€ || Lido || Opinião




Resultado de imagem para a quinta dos animais visãoA Quinta dos Animais
do George Orwell

«Cansados da exploração a que os humanos o sujeitam, os animais revoltam-se e tomam o poder na Quinta do Infantado. Libertos da escravatura, organizam-se sob uma única lei: todos os animais são iguais. Rapidamente, no entanto, começa a surgir abusos de poder e os ideais da revolução são esquecidos. 
Após a sua experiência na Guerra Civil de Espanha, George Orwell quis alertar para a forma como a União Soviética de Estaline estava a corromper os ideais socialistas. Fê-lo através desta fábula distópica, projectando nos animais as inclinações mais obscuras das sociedades humanas.»


P.V.P. = 3.20€ || Pago = 3.20€ || Lido || Opinião





Resultado de imagem para estranhos ao luarEstranhos ao Luar
da Jude Deveraux

«Quando Kim Aldredge tinha oito anos, conheceu um rapaz de doze chamado Travis, que estava de visita à sua cidade natal de Edilean, na Virgínia, com a mãe. Embora essa visita tivesse lugar sob circunstâncias misteriosas, isso não impediu que as crianças se tornassem amigas. Durante duas semanas maravilhosas, andaram de bicicleta, jogaram basebol e leram em voz alta para o outro. Tudo coisas comuns para Kim, mas para Travis bastante extraordinárias. E Travis ajudou Kim a descobrir o seu amor pela criação de joias, a paixão que se tornou a sua profissão. Antes de partir, ele disse-lhe que um dia iria voltar, e durante anos Kim guardou a foto de ambos, abraçados e sorridentes.Travis é agora um advogado bem-sucedido em Manhattan, mas há coisas na sua vida que ele não quer tornadas públicas. E embora tenha viajado por todo o mundo, ainda pensa no verão passou em Edilean e na rapariga que lá conheceu. Essas semanas mudaram a sua vida para sempre. Quando Travis descobre que a mãe regressou a Edilean e tenciona voltar a casar, decide que está na hora de voltar também: não apenas para investigar o futuro marido da mãe, mas para finalmente cumprir a promessa que fez a Kim tanto anos antes...»

P.V.P. = 16.60€ || Pago = 10€ || Lido || Opinião


---------

Estranhos ao Luar está disponível em bertrand.pt ou wook.pt (A Quinta dos Animais vem com a Revista Visão de Janeiro)